FANDOM


Quotebg.png
"Eu disse a ele você não pode parar a Irmandade Sombria. Nunca pode."
Emperador Titus Mede II

A Irmandade Sombria ou,Dark Brotherhood é uma facção infame de assassinos espalhados por toda Tamriel. Trabalhando tanto como negócio quanto como um culto, a Irmandade era temida por toda Tamriel. Muitos sabiam de sua existência, e há aqueles que optaram por tolerá-la, com medo de enfrentar sua própria morte.

Historia

Segunda Era

Fundação

A Dark Brotherhood originalmente nasceu de uma ordem religiosa chamada Morag Tong, que adorava o Príncipe Daedrico Mephala. Mephala encorajou os Morag Tong a cometer assassinatos ritualísticos. Neste momento, a Ordem foi descartada como cultistas obscuros devido à falta de líder em seu grupo. Isso tudo mudou com a vinda da Mãe Noite.[1]

A Mãe da Noite era a suposta amante e parceira de Sithis. Acreditava-se amplamente que a Mãe da Noite era a fonte da doutrina que ditava como os Morag Tong (e eventualmente a Irmandade Sombria) trabalhava em grupo. Alguns realmente pensaram que a Mãe da Noite era o Príncipe Daedrico Mephala, na forma de uma mulher mortal Dunmer. [2]

Algum tempo depois da 2E 324, a última Mãe Noite residia em Bravil. A Mãe Noite deu a Sithis cinco filhos, que ela então matou para que suas almas pudessem ir para o Pai Medonho. O ato foi considerado muito cruel, então ela foi morta e sua casa foi queimada. Trinta anos depois, um homem não identificado ouviu vozes em sua mente, não de Sithis, mas da própria Mãe Noite. Ele se tornou o primeiro ouvinte de muitos a vir [3].

A primeira menção conhecida da Dark Brotherhood foi o diário da Rainha Sangrenta Arlimahera de Hegathe, escrito em 2E 412. Arlimahera escreveu que sua família empregou a Irmandade desde o tempo de seu avô.[1]

Terceira Era

Durante os eventos de Warp in the West , a Dark Brotherhood estava ativa em Tamriel. Sua existência foi aceita e amplamente ignorada. Durante este tempo, a Irmandade Sombria venerou o Príncipe Daedrico Mephala como seu líder, e não Sithis. Isso provavelmente foi causado pela divisão recente dos Morag Tong. [4]

Durante o final da Terceira Era, o Quartel da Irmandade Sombria em Morrowind estava localizada não muito longe da cidade de Mournhold. Seu líder local, uma Imperial conhecida como Severa Magia, se auto-denominava Mãe da Noite. Ela morava em Ald Sotha. [5]

Crise de Oblivion

 

Quotebg.png
"Você não ouviu falar da Irmandade Sombria? Da implacável guilda de assassinos pagos e Criminosos homicidas? Junte-se a nós e você verá que a Irmandade Sombria é tudo isso e muito mais. Nós somos mais do que qualquer coisa, uma união de indivíduos com o mesmo pensamento."
Lucien Lachance

Durante a Crise de Oblivion, a Irmandade Sombria era infame e muito bem conhecida em toda Cyrodiil e no resto de Tamriel. Dentro de Cyrodiil, a Irmandade estava situada em Cheydinhal, especificamente no Santuário Cheydinhal. [6]

Durante esse tempo, o Ouvinte, o membro de mais alto escalão da Irmandade Sombria, além da própria Mãe Noite, era Ungolim, um elfo da floresta que vivia na cidade de Bravil. O Ouvinte ouviu as palavras da Mãe da Noite e, de seus lábios, o Ouvinte recebeu pedidos de assassinato na forma de orações, Nomeadas de Sacramento Negro, por potenciais empresarios, marcando como os contratos deveriam ser iniciados e cumpridos. Todas as noites ele visitava a estátua da Senhora Sortuda. Desconhecido para todos, mas o ouvinte e membros selecionados da Mão Negra, a estátua da Senhora da Sortuda era na verdade a entrada para a Cripta da Mãe Noite. [7][8]

Quarta Era

Recessão

 

Quotebg.png
"A Irmandade sombria já foi muito temida e respeitada, mas a organização é agora apenas uma sombra de si mesma"
Telas de Carregamento (Skyrim)
 
====== Artigo principal: Dark Brotherhood (Skyrim) ======

Desde a Crise de Oblivion, a Irmandade esteve lutando pela sobrevivência. Eles haviam perdido praticamente toda a influência dentro de Tamriel e haviam recorrido a pequenos assassinatos dentro de Skyrim. [9][10][11]

No dia 27 de Sun's Height em 4E 188, a cidade de Wayrest foi perdida para corsários, e pelo dia 5º de Last Seed do mesmo ano, o Santuário de Wayrest foi invadido e destruído pelos corsários. Não houve sobreviventes. No mesmo dia, a Mão Negra ordenou o fechamento do Santuário de Corinthe e seus membros foram enviados ao Santuário de Cheydinhal em Cyrodiil. [12]

No dia 27 de Hearthfire, no 4E 188, a situação em Bravil tornou-se cada vez mais ameaçadora. A cidade explodiu em violência, devido a uma guerra de controle travada pelos dois maiores traficantes de skooma de Cyrodiil. No dia 1º de Sun's Dusk do mesmo ano, a estátua da Velha Sortuda foi destruída, e Alisanne Dupre, a Ouvinte, deixou sua residência particular para guardar a Cripta da Mãe Noite. Rasha, o Orador, enviou Garnag e Adronica para ajudar na defesa das criptas, mas no dia 21 de Sun's Dusk, Garnag voltou sozinho com o caixão de pedra da Mãe da Noite. A Cripta da Noite Mãe foi invadida, com Adronica cortada em pedaços e Alisanne Dupre queimada viva em uma tempestade de fogo dos magos.[13]

No 4º de  Evening Star, na 4E, ano 189, Rasha se declarou o Ouvinte, alegando que a Mãe da Noite falara com ele. Ele não podia, no entanto, nomear as palavras de vínculo, então Cícero o matou. Por volta do dia 10 de Sun's Dawn, no ano de 490, restavam apenas três pessoas no Santuário de Cheydinhal: Cícero, Garnag e Pôncio. No dia 16 de Rain's Hand em 4E 191, Pontius foi morto, e no dia 29 de Last Seed do mesmo ano, Garnag foi presumivelmente morto.[14]

Crise do Dragão

No início da Crise do Dragão em 4E 201, a Irmandade Sombria foi liderada por Astrid. Sob sua liderança, os Cinco Princípios foram descartados, rompendo com as tradições e a cultura das duas eras anteriores, quando a Irmandade atuava como um culto, e como um negócio. [8] [9] A Irmandade Sombria em Skyrim foi reduzida a um único santuário, localizado fora de Falkreath. [9]

Regulamentos

Os cinco princípios

Artigo principal: Os Cinco Principios
Quotebg.png
"Como um membro da Dark Brotherhood, você deve respeitar os Cinco Princípios. Eles são as leis que nos guiam e protegem"
Lucien Lachance
Os Cinco Princípios são as regras e morais que a Irmandade seguiu e durante a Crise de Oblivion. Se um membro quebrasse ou negligenciasse seguir um dos princípios, ele seria ameaçado de expulsão da Irmandade ou pior.[15]

Existem cinco princípios no total e são os seguintes:

Princípio 1: Nunca desonre a Mãe Noite. Fazer isso é invocar a Ira de Sithis.

  • Principio 2: Nunca trair a Dark Brotherhood ou seus segredos. Fazer isso é invocar a Ira de Sithis.
  • Principio 3: Nunca desobedeça ou se recuse a executar uma ordem de um superior da Dark Brotherhood. Fazer isso é invocar a Ira de Sithis.
  • Principio 4: Nunca roube as posses de um Dark Brother ou Dark Sister. Fazer isso é invocar a Ira de Sithis.
  • Principio 5: Nunca mate um Dark Brother ou Dark Sister. Fazer isso é invocar a Ira de Sithis.
Principios

Os Cinco Princípios.

Os princípios foram abandonados durante a Quarta Era sob a liderança de Astrid.[10]

A Mão Negra

Artigo Principal: Mão Negra

O corpo governante da Dark Brotherhood foi chamado a Mão Negra. Era composto por cinco membros: quatro Speakers (indicador, mediano, anel e dedinho) e um ouvinte (polegar).

O Ouvinte telepaticamente ouvia e recebia os comandos da Mãe Noite, transmitindo-os aos quatro Speakers. Os Speakers então emitiam os comandos e iniciavam os contratos para serem completados pelos assassinos da Irmandade. Cada Speaker tinha seus assassinos pessoais chamados Silenciadores, que eram os "pregos" da Mão Negra.

Silenciadores poderiam ser implantados para concluir contratos e eliminar qualquer alvo que eles achassem adequado. Os Silenciadores se qualificaram como membros da Mão Negra, mas sua existência foi mantida em segredo do resto da Dark Brotherhood.[7][15]

Quotebg.png
"Agora devemos nos despedir um do outro, você e eu, pois há muito trabalho a ser feito. Estarei acompanhando ... seu progresso. Bem-vindo à família."
Lucien Lachance

Como a Irmandade das Sombria era uma misteriosa e Sombria organização de assassinos espalhados pela maior parte de Tamriel, as identidades de seus membros eram geralmente desconhecidas pela organização como um todo. Os métodos de recrutamento da Irmandade eram sombrios por natureza e obscurecidos em mistério. No entanto, sabia-se que a Irmandade não apenas aceitava cegamente novos recrutas e membros; uma pessoa que quisesse se juntar à Irmandade Sombria tinha primeiro que ser notada pela Irmandade e demonstrar suas habilidades em furtividade e assassinato.[16]

Quando uma pessoa cometia um assassinato, um Speaker se aproximaria do assassino e pediria que eles se juntassem à Irmandade Sombria, e se a oferta fosse aceita, o assassino receberia um contrato formal e organizado com um alvo específico para assassinar.[17][18]

Argonianos nascidos sob o signo da Sombra eram treinados em discrição e em combate e eram chamados de Shadowscales. Este treinamento também lhes permitia entrada para a Dark Brotherhood.

A Dark Brotherhood era conhecida por recrutar serial killers. Quando uma série contínua de assassinatos era cometida a sangue frio e sem o individuo ser preso, a Irmandade iniciaria uma investigação para descobrir o que aconteceu, encontrar o assassino e potencialmente recrutar ele ou ela.

Contatando

 

Quotebg.png
"Aqueles que desejam entrar em contato com a Irmandade Sombria para ordenar um assassinato devem realizar o Sacramento Negro, um ritual antigo e tabu."
―Telas de Carregamento Skyrim
 

Entrando em contato com a Irmandade para ordenar um assassinato envolve a execução do Sacramento Negro. Este ritual incluiu a criação de uma efígie da vítima a partir de partes do corpo humano enquanto a esfaqueia continuamente com uma adaga esfregada com as pétalas da flor Nightshade.[19]

The Black Sacrament

Efígie do Sacramento Negro.

O seguinte apelo deve ser sussurrado enquanto esfaqueia a efígie:

"Doce Mãe, doce Mãe, envie seu filho para mim, para que os pecados dos indignos sejam batizados em sangue e medo".[20]

A Mãe Noite então transmite o pedido a um Ouvinte, que por sua vez informa a um Speaker para enviar um assassino ao cliente. Uma vez que o ritual estiver completo, aquele que o realizar sera recebido pelo representante da Irmandade.

Santuários conhecidos

Cheydinhal

Quotebg.png
"Qual é a cor da noite?"
A Porta Preta
 
O Santuário de Cheydinhal era o principal quartel da Irmandade Sombria em Cyrodiil. Situado no porão de uma casa abandonada sob a superfície no leste de Cheydinhal, o Santuário poderia ser acessado através de um alçapão no poço atrás da casa. [6]

O Santuário continha cinco quartos: o salão principal, os aposentos, a sala de treinamento, o quarto de Ocheeva e o quarto de Vicente.[6]

Santuario da Irmandade Sombria (Oblivion)

Porta de entrada para o santuario de Cheydinhal.

Bruma

Quotebg.png
"O Santuário de Bruma pode ter sumido, mas meus queridos irmãos e irmãs viverão para sempre em meus sonhos, assim como suas almas vivem para sempre do lado do Pai Medonho."
Cicero
A Irmandade Sombria teve um santuário em Bruma. Foi destruído em algum momento antes da 4E 186, e todos dentro do santuário, além de Cícero, foram mortos. Cícero escapou e se mudou para o Santuário de Cheydinhal.[21][22]

Gold Coast

"Qual é o sabor do medo?
Sublime, meu irmão.
Bem-vindo ao lar."
―Porta do Santuario de Gold Coast
O santuário de Gold Coast ficava ao norte das cidades de Anvil e Kvatch e ao sul de Sutch, na base da então estrutura Varen's wall. Foi administrado pelo Speaker Terenus e Astara Caerellius em torno de 2E 582. O local foi descoberto pelo membro desertado O Dragão Negro e foi planejado para ser atacado pela Ordem da Hora, mas depois que o Vestigio matou seu líder, o Primaz Artorius, a ameaça terminou. [36] Por 3E 433, nenhum vestígio do santuário permaneceu.


Erro de citação: existem marcas <ref>, mas nenhuma marca <references/> foi encontrada
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.