FANDOM


Vaermina[1] também chamada Vaernima,[2] é o Daedric Prince dos sonhos e pesadelos. Sua esfera de influencia incluem sonhos, pesadelos, terro e tormento psicológico, trazendo maus presságios e roubando memórias.

Aparência e personalidade

Vaernima-Daggerfall

Vaermina (em Daggerfall).

A aparência física de Vaermina é normalmente, de uma maga com uma túnica esvoaçante, com mangas compridas e um cajado. Ela governa o plano de Oblivion conhecido como Quagmire, que é descrito como uma constante mudança entre reinos de pesadelos. Ela é uma dos Daedric Princes que constantemente definida como má e demoníaca, com uma grande preferência por tortura psicológica. Ao mesmo tempo, veneradores de Daedra orarão para ela pouco antes de dormir, possivelmente em esperança de um encontro com ela durante o sono.

Vaermina é constantemente dita ter uma forte conexão com Magnus, a fonte de toda mágica em Tamriel. Muitos estudiosos acreditam que, em seus sonhos, até mesmo mortais sem talento para magia podem ir ao Lamaçal, e contemplar a presença de Vaermina. Ao falar com ela, Vaermina explica que mortais a visitam com frequência em seus pesadelos, e acordando suando frio ao deixar sua presença. A maior parte dos mortais não estão cientes desse encontro, no entanto, eles não conseguem lembra de absolutamente nada que ocorreu no sonho. Após um encontro com o Príncipe Daedrico, que consiga ser lembrado; seus seguidores clamam que nada mais em Nirn consegue assusta-los, já que nada pode ser mais assustador do que estar na presença de Vaermina.

Vaermina não aparece muito na história de Tamriel, com uma única exceção. Quando procurando por uma cura para vampirismo em Vvardenfell, em The Elder Scrolls III: Morrowind, Vaermina é indicada como a fonte de Molag Bal, em como curar a doença.

Quests

Oblivion

Vaermina's Shrine

Altar de Vaermina (em Oblivion).

Durante a missão de Vaermina, o jogador tem uma visão direta do gosto dela ao terror psicológico. Para sequer falar com a Daedra, o indivíduo deve trazer uma Black Soul Gem, um dispositivo cujo propósito é aprisionar a alma de uma criatura consciente. Daí o jogador é enviado para recuperar um artefato para Vaermina, que foi roubado por um feiticeiro.

Vaermina Tablet

Quando o jogador encontrar o esconderijo do feiticeiro, entrará num mudo de pesadelos cheio de Daedra menores e cenários de outro mundo. Algumas partes da torre do feiticeiro se assemelham as Deadlands; contando até mesmo com lava e as pontes em forma de garras. O último aviso de Vaermina ao jogador implica que ela, não o feiticeiro, é responsável pelo estado da torre. O feiticeiro então, é encontrado em coma próximo ao precioso globo de Vaermina. Ao devolver o artefato, a Daedra diz que o feiticeiro ficará preso naquele estado para sempre, como punição pelo roubo.

Skyrim

Na cidade de Dawnstar, o Dragonborn encontrará (dentro ou fora do hotel) pessoas falando com um elfo de túnica, sobre pesadelos horríveis. Esse elfo, chamado Erandur, parece saber sobre a situação, mas não explicará completamente a situação ao jogador; ele afirma ser um sacerdote de Mara, e que ele pode remediar a situação com a ajuda do jogador.

Ele então guia o jogador até uma torre sobranceando a cidade; ao chegar na torre, o sacerdote diz que ela erra usada como um santuário dedicado a Vaermina. A muito tempo, um grupo de Ogros invadiu a torre num conflito com os residentes. Como um último esforço para evitar que os ogros dominassem o santuário interior em que estava o Skull of Corruption, os sacerdotes então liberam The Miasma, um gás que põe aqueles que o inalaram num estado de hibernação profunda e ininterrupta, enquanto os mantem perfeitamente preservados.

Infelizmente, quanto mais tempo aqueles que permanecem sob a influencia do Miasma dormirem, mais danificada ficam suas mentes. Ao entrar na torre e interromper a vedação do ar, o Miasma dispersou, permitindo que os Ogros e os sacerdotes acordassem e retomassem o conflito em frenesi. Ao entrar no santuário, Erandur explica ao jogador como o Skull of Corruption é a fonte dos pesadelos de todos na cidade, já que ele consome sonhos e memórias para Vaermina.

No caminho para o santuário interior, o jogador deve beber uma poção especial chamada Vaermina's Torpor para ultrapassar a barreira mágica. Essa poção permite que a pessoa entre em um estado chamado "Andarilho-Devaneador". Em teoria, ele permite que uma pessoa teletransporte por grandes distâncias; ao beber a poção o indivíduo adormece e entra em uma universo de sonhos de alguém próximo. Desaparecendo do local onde ingeriu a poção e reaparecendo em outro lugar visitado pela pessoa cuja as memórias estão sendo utilizadas; desse modo, o jogador viaja pelas memórias de um sacerdote de Vaermina, no dia em que estava acontecendo a invasão dos Ogros, permitindo ao jogador presenciar o sacerdote correndo para liberar o Miasma. Ao fazer isso no sonho, o jogador viaja para o exato local físico onde o sacerdote liberou o Miasma, e atravessando a a barreira mágica.  

Tento circundado a barreira, o sacerdote e o jogador conseguiram entrar no santuário interno e encontraram dois antigos companheiros do sacerdote. Após derrota-los e descobrir a verdade, Erandur diz ao jogador que irá destruir o Crânio; então, eis que Vaermina fala com o jogador, dizendo que o sacerdote irá traí-lo e que o jogador deve mata-lo e tomar para si o artefato.

Online

400px-Vaermina

Altar de Vaermina em Lamaçal (em Online).

Vaermina é a principal antagonista na região de Stormhaven em The Elder Scrolls Online. Cultistas de Vaermina atacaram Stormhaven, tendo seu amante e campeão, o Night Terror, ajudando-a a sequestrar o High King Emeric e traze-lo para o Quagmire; para utiliza-lo no Vaermina's Mirror. Ao salvar o rei, matar o Night Terror e fugir de Quagmire, Vaermina jura vingança ao Vestígio por matar seu amante.

Curiosidades

Aparições

Referências

  1. Sixteen Accords of Madness, Book IX
  2. The Daggerfall Chronicles


O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.